Vinologique

Porque a vida é curta para beber vinho ruim – tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!


Deixe um comentário

Cinquenta tons de vinho

Muitaaaa gente veio me perguntar sobre o tal vinho azul e minha opinião sobre ele. Se você ainda não ouviu falar dele, provavelmente deve ouvir em breve.

blue-wine-gik-17

O nome dele é Gik, ele foi anunciado ano passado por seus produtores espanhóis. Produzido a partir de uvas brancas e tintas, a cor é totalmente artificial, obtida com a adição de um pigmento comestível e de antocianinas (pigmentos azulados extraídos da casca da uva). Ao pesquisar mais sobre ele descobri que além da coloração diferente ele também é adoçado  (!!!!) depois de pronto.

Apesar de comunicado em 2015, o burburinho voltou agora porque a bebida começou a ser oficialmente vendida na Europa. Eu ainda não tive a chance de experimentá-lo, mas considerando todos os “efeitos especiais” a que os produtores recorreram, não tenho altas expectativas. Além disso ele foi feito para agradar aqueles que ainda não estão acostumados a tomar vinho e preferem bebidas mais adocicadas e sem complexidade – não muito alinhado com o meu paladar atualmente. 

Sem dúvida ele tem um apelo “marketeiro” e bem ou mal traz inovação e jovialidade a um mercado que costuma ser visto como mais tradicional. Isso pode servir para aproximar e introduzir mais pessoas ao mundo do vinho, o que é sempre muito bem vindo. De qualquer forma, se a qualidade do líquido fosse excepcional ele não precisaria de tantos recursos e se venderia sozinho, a reputação seria criada pelo próprio mercado.

Se qualquer dia esbarrar com uma garrafa dele por aí com certeza vocês serão os primeiros a saber! E se alguém quiser se aventurar, a venda é feita pelo site oficial aqui.  😉

Saúde, santé, cheers, salud!