Vinologique

Porque a vida é curta para beber vinho ruim – tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

Temperatura Ambiente

Deixe um comentário

Outro dia estava em um restaurante e ouvi um cliente na mesa ao lado comentando que achava estranho seu vinho ter vindo “gelado”, pois se tratava de um vinho tinto e que este deveria ser servido à temperatura ambiente. Olhei para a garrafa que estava sobre a mesa, e tinha o vidro levemente embaçado por ter sido movido de uma temperatura mais fria para outra mais quente.

Qual deveria ser então essa “temperatura ambiente”? Você pode não entender nada de vinho, mas sabe que a temperatura de qualquer ambiente muda entre as estações do ano, de uma cidade para outra… Só faria sentido então usar este termo caso não existissem tais diferenças.

E por que isso importa, afinal? Na verdade cada vinho tem uma temperatura considerada ideal de serviço:

Vinhos doces, como um Sauternes ou Moscato D’Asti: 6 a 8 graus Celsius

Espumantes: de 7 a 10 graus

Brancos de corpo leve a médio, sem envelhecimento em madeira, como um Sauvignon Blanc: 7 a 10 graus

Brancos de muito corpo, com passagem por madeira, como boa parte dos Chardonnay da Califórnia: 10 a 13 graus

Tintos de corpo leve, como um Beaujolais Nouveau: 13 graus

Tintos de corpo médio / muito corpo, como um Malbec ou Cabernet Sauvignon do Novo Mundo: 15 a 18 graus

Estas faixas de temperatura ajudam a mostrar o que cada vinho tem de melhor. Um rótulo doce servido quente demais pode dar a sensação de grudar na boca, enquanto um tinto muito frio pode parecer sem graça, “fechado”, só para citar alguns exemplos de como a temperatura também afeta nossa percepção de sabor.

A última faixa que mencionei é a que acaba sendo comumente descrita como a tal “temperatura ambiente”, mas quando o termômetro está no Brasil sabemos que é difícil a temperatura ficar abaixo dos 20 graus um dia inteiro. Assim, o ideal é que ele seja resfriado um pouco antes de ser servido para que mostre o seu melhor. Você pode confiar no seu paladar para saber se atingiu a temperatura ideal ou comprar um termômetro para ajudar nesta tarefa, que pode ser facilmente encontrado em lojas que vendem utensílios de cozinha e acessórios para vinhos.

Então caso você pensasse como meu vizinho de mesa, não se incomode da próxima vez que seu vinho tinto chegar um pouquinho “suado”, pense só que o sommelier do restaurante está fazendo um bom trabalho! 😉

Saúde, santé, cheers, salud !

Anúncios

Autor: Vinologique

Tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s