Vinologique

Porque a vida é curta para beber vinho ruim – tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

Rolha de cortiça em vinhos de guarda

2 Comentários

Já falei aqui sobre vinhos sem rolha de cortiça, mas o post de hoje é sobre as vantagens da cortiça em vinhos de guarda, ou seja, aqueles que precisam de algum tempo na garrafa antes de serem consumidos para estarem em seu auge.

Vinhos não gostam de oxigênio. Se deixar uma garrafa aberta por uns 2 dias, não importa qual seja o vinho, você vai entender o que estou falando. Inclusive já mencionei algumas vezes a importância de armazenar garrafas com rolhas de cortiça na horizontal, para que a mesma não resseque e não deixe entrar ar na garrafa.

Mas o que eu não falei é que na verdade o vinho usa o oxigênio para desenvolver alguns de seus aromas. O contato com o ar é parte importante deste processo, mas em quantidades muito microscópicas. A cortiça, como você já sabe, tem furinhos, não é totalmente sólida. O ar consegue (com bastante dificuldade) atravessá-los e interagir com o vinho, fazendo com que este desenvolva alguns aromas complexos. Assim, produtores de vinhos com qualidade superior, que sim se desenvolvem com o passar dos anos, utilizam apenas rolhas de cortiça. Além da tradição, eles defendem que a cortiça tem um papel importante no envelhecimento (daí o preconceito que muita gente tem com os vinhos de rolha sintética).

rolha de cortiçaNo entanto, produtores da Austrália e Nova Zelândia recentemente têm feito estudos para provar que vinhos com tampa de rosca (screw cap) podem envelhecer tão bem quanto os com rolha de cortiça – se não melhores, por não estarem sujeitos a problemas que só aparecem nas rolhas. De qualquer forma, só saberemos o resultados destes estudos em alguns anos. Até lá, podemos continuar bebendo e tirar nossas próprias conclusões. 😉

Saúde, santé, cheers, salud !

Anúncios

Autor: Vinologique

Tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

2 pensamentos sobre “Rolha de cortiça em vinhos de guarda

  1. Confeso. Eu tenho preconceito de rolha sintetica mesmo!

    Curtir

    • Inigo, entendo o preconceito, eu também já tive. Minha recomendação é, ao abrir um vinho e descobrir que a rolha é sintética, pensar que este será um vinho mais simples e tentar achar seus pontos positivos. É sempre uma questão de ajustar as expectativas (e lembrar que o Novo Mundo está trabalhando para mudar esse pensamento)! 😉

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s