Vinologique

Porque a vida é curta para beber vinho ruim – tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

Nem todas as bolhas são de Champagne

4 Comentários

O assunto de hoje é um clássico. Sempre que tem alguém abrindo uma garrafa de vinho espumante, tem alguém falando a palavra mágica “Champagne”. Mas será que é tudo a mesma coisa ? Vamos acabar com essa dúvida de vez !

Espumante é qualquer vinho que tenha gás carbônico, que na maior parte das vezes surge de uma segunda fermentação. Portanto, todos que mencionarei a seguir são espumantes, independente de onde e como foram produzidos.

Mas nem todo espumante é Champagne. Os espumantes que podem ser chamados de Champagne são só os que forem produzidos na região de Champagne (no Norte da França, a sudoeste de Paris) e de acordo com as regras de produção da denominação de origem, ou seja, são sempre feitos com o corte de 3 uvas – Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay – e o gás carbônico surge pelo método de segunda fermentação em garrafa. Costumam ser secos, ter um corpo médio, alta acidez e aromas inconfundíveis de leveduras (pão, brioche, torrada).

cave MoetExistem outros tipos de espumante que vêm se tornando cada vez mais populares, veja a diferença entre eles:

Cava – utilizando o mesmo método de produção de Champagne, a Cava é produzida na Espanha com castas e uvas locais, e os melhores rótulos vêm da região da Catalunha. Tem sabores de frutas mais neutros (como pêra) e terrosos, além de serem menos ácidos que Champagne.

Prosecco – espumante do Nordeste da Itália, feito com a casta de uva Glera (até pouco tempo chamada Prosecco). Segunda fermentação ocorre em tanques, e não em garrafas, o que gera um vinho com sabores delicados de fruta de caroço.

Asti – outro espumante de origem italiana (Piemonte), geralmente doce, frutado e de corpo leve, feito a partir da uva Muscat (Moscatel).

E você, já escolheu um deles pra brindar a chegada do fim de semana??

Saúde, santé, cheers, salud !

Autor: Vinologique

Tudo sobre o mundo dos vinhos para iniciantes de um jeito simples e sem frescuras!

4 pensamentos sobre “Nem todas as bolhas são de Champagne

  1. Pingback: A viúva e o vinho | Vinologique

  2. Pingback: Vinhos de Páscoa – parte 2 – Pratos Principais | Vinologique

  3. Sempre tive dúvida a respeito do Prosecco, adorei o post!!Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  4. Adorei esse post Fe!! Esclarecedor!!! 😉

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s